Engenharia de Telecomunicações

Período: integral                 
Integralização: 10 semestres
Vagas: 50

 

O curso de Engenharia de Telecomunicações está organizado de tal maneira que o aluno, além de disciplinas teóricas, adquira conhecimentos práticos em aulas de laboratórios e em contato com empresas que permitam familiarizar-se com a realidade do mercado de trabalho que irá encontrar. Além disso, os alunos são estimulados a participar de atividades de pesquisa e intercâmbios internacionais.

 

No núcleo comum do curso, o aluno deverá cursar um conjunto de disciplinas obrigatórias que lhe proporcionarão uma sólida formação básico-específica. São valorizadas as atividades de desenvolvimento de projetos nas disciplinas estruturais e específicas. A vivência prática imediata procura aumentar o interesse dos alunos pelo conteúdo abordado, além de possibilitar o exercício do trabalho em grupo, a inventividade e o empreendedorismo.

 

Áreas de Atuação

 As telecomunicações no Brasil cresceram e se popularizaram nos últimos anos.

 

O aumento acelerado do número de telefones celulares, de dispositivos móveis, de computadores e a necessidade de comunicação entre eles; o crescimento ininterrupto da internet; a perspectiva gerada pela TV Digital; o crescimento e aplicação em diversas áreas das Redes de Sensores Sem Fio (RSSF) e da tecnologia de Identificação por Radio Frequência (RFID); a grande perspectiva do mercado e das pesquisas das comunicações fotônicas somados ao desenvolvimento tecnológico de novos dispositivos e equipamentos para as telecomunicações em geral, garantem um mercado promissor para os profissionais dessa área no presente e durante os próximos anos.

 

O engenheiro de Telecomunicações possui uma ampla formação e estará apto a desenvolver sistemas e instalações de telecomunicações e seus respectivos equipamentos, atender à demanda do mercado de trabalho em sistemas de telecomunicações, com aplicações nas mais diversas atividades da sociedade e dos mais diversos setores da economia. Especificamente, esse profissional estará habilitado para as seguintes atividades: planejar, projetar, operar e manter sistemas, instalações e equipamentos de telecomunicações com e sem fio; implantar, operar e gerenciar sistemas e equipamentos de comunicação interna, externa, celular e satélite, redes de comunicação, cabeamento interno, externo e estruturado de rede lógica, sistemas irradiantes, de radiodifusão, radar e sistemas de posicionamento e de navegação; coordenar e supervisionar equipes de trabalho; realizar pesquisa científica e tecnológica e estudos de viabilidade técnico-econômica; executar e fiscalizar obras e serviços técnicos; e efetuar vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres.

 

Além disso, o curso de Engenharia de Telecomunicações proporciona ao egresso uma sólida formação técnica, científica e profissional que o capacita a usar e desenvolver novas tecnologias, estimulando sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.