pt-br

Central Analítica (LACAN)

Introdução:
O Laboratório Central Analítica (LACAN) foi criado com caráter multiusuário para apoiar a infraestrutura de pesquisa da Faculdade de Tecnologia –FT por meio do convênio UNICAMP/FINEP N° 6972-1 – Pro-Infra 03/09 e o cromatógrafo a gás acoplado a espectrometria de massas foi adquirido pelo projeto FAPESP-FINEP No. 2010/50647-2.
O LACAN não possui acreditação formal, mas realiza suas atividades seguindo a norma ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005 – Requisitos gerais para competência de laboratórios de ensaio e calibração. A Missão e Política da Qualidade descritas a seguir foram definidas no Manual da Qualidade do LACAN.

Missão
“Realizar pesquisas, formar alunos e aperfeiçoar funcionários e pesquisadores, por meio da realização de análises químicas e biológicas utilizando tecnologias atualizadas e cientificamente fundamentadas.”
Política
“O LACAN tem como Política da Qualidade a busca pela melhoria contínua em suas atividades de pesquisa, visando a excelência dos ensaios realizados e a valorização e capacitação contínua de seus funcionários, alunos e pesquisadores”

Infraestrutura:
O LACAN conta com um cromatógrafo gasoso acoplado a espectrometria de massas e estrutura para preparo de amostras líquidas.
È possível realizar análises cromatográficas seguidas de identificação por espectrometria de massa.

Descrição do Equipamento

O Sistema de Cromatografia Gasosa acoplada a Espectrometria de Massas (GC-MS/MS) foi adquirido com recurso provido pelo projeto de pesquisa regular FINEP/FAPESP 2010/50647-2, intitulado “Estudo de reações de oxidação de triazinas catalisadas por metaloporfirinas: elucidação dos subprodutos”, apresentado pelas Pesquisadoras:  Profa. Dra. Gisela de Aragão Umbuzeiro (responsável) e Profa. Dra. Maria Aparecida Carvalho de Medeiros (associada).

Como solicitar:
O ingresso de novos pesquisadores ou usuários no LACAN é autorizado pela coordenação do LACAN, mediante a apresentação em pdf ou impressa do projeto contendo um resumo do trabalho; tipo e número de amostras a serem analisadas; tipo de preparação de amostra se necessário, análises a serem executadas, forma  de disposição e tratamento dos resíduos gerados, equipamento a ser utilizado; duração do projeto; período disponível para a realização dos ensaios.
O LACAN por sua vez se compromete a manter sigilo dos resultados gerados no projeto, garantido através da assinatura de um termo de confidencialidade por parte dos envolvidos nas análises.
O pedido é analisado criticamente pela coordenação, conforme procedimento descrito no sistema de gestão do laboratório. A análise e aprovação do projeto dependem da viabilidade técnica do laboratório. Os recursos financeiros para realização dos ensaios é definido na análise do pedido junto com o Coordenador do LACAN e será de responsabilidade do usuário. Após o recebimento do projeto o coordenador poderá solicitar reunião presencial com os interessados ou não. A autorização será então enviada por e-mail.
O início dos trabalhos depende da demanda do LACAN e é agendado pelo responsável técnico do laboratório Os usuários são treinados pelo responsável técnico e da qualidade do LACAN quanto aos requisitos do sistema de Gestão da Qualidade e requisitos técnicos para utilização correta e segura.
O pesquisador que usar as infraestrutura multiusuária do LACAN deve expressar agradecimento a FINEP/FAPESP/LACAN/FT/UNICAMP em qualquer divulgação científica (congressos, artigos científicos e outros) que constem resultados obtidos no laboratório. Encaminhar cópia do documento para arquivo.

Projetos:

http://www.solutions-project.eu/